Lista de Desejos

A tua Lista de Desejos não contém produtos

Carrinho

O teu carrinho de compras está vazio

CALÇÕES PARA HOMEM, UMA HISTÓRIA COM HISTÒRIA

A moda masculina de peças de banho, ainda que apresente menos opções se comparada à feminina, também sofreu uma evolução ao longo dos anos. Antes do início do século XX e durante as duas primeiras décadas, muitos homens usavam calções e uma peça que tapava o tronco. Nos anos 30 começaram a mostrar o tronco o que esteve na origem da moda dos calções tal e como a conhecemos hoje. Até 1938, altura em que surgiu o naylon, os calções eram fabricados principalmente em lã porque absorbia menos água do que o algodão.

CALÇÕES CURTOS, A PRIMEIRA ESCOLHA DESDE OS ANOS 60

Na década de 60 e 70 a maioria dos calções eram curtos e a sua predominância manteve-se até inícios dos anos 90, altura em que as bermudas começaram a usar-se. Na década de 60, os calções foram os mais curtos da história e, influenciados pela era espacial, os tecidos apresentavam cores atrevidas e psicadélicas. Em 2000, a moda de banho para homem reduziu novamente o comprimento dos calções e muitos optaram por slips ou bermudas, agora mais curtas que as da década de 90.

ONDAS E CALÇÕES COMPRIDOS

A febre das bermudas, algumas inclusive abaixo dos joelhos, chegou na década de 90. A influência da moda e dos surfistas estendeu-se a todos os âmbitos e muitos encobriam os músculos com diferentes tecidos, que por vezes dificultavam os movimentos na água, mas que fora dela era uma peça muito prática e omnipresente entre os homens.

Atualmente, o comprimento tende a reduzir-se, exceto em casos específicos, deixando mais perna à mostra o que proporciona uma comodidade superior. Além disso, incorporam tecidos com os últimos avanços tecnológicos, tornando-os mais leves e de secagem rápida. Também é normal que tenham bolsos e fechos o que os converte numa peça adequada para qualquer momento do dia.